• Fabrizio Caldeira

Imposto de Renda: o que fazer se cair na malha fina?

A partir de outubro, a Receita Federal vai liberar as restituições do Imposto de Renda aos contribuintes que caíram na malha fina em 2021 ou em anos anteriores.


A restituição é depositada na conta bancária informada pelo contribuinte na Declaração de Imposto de Renda. Caso o crédito não seja realizado, por algum erro, é possível resgatar o valor por até um ano no Banco do Brasil.


Os motivos para a declaração cair na malha fina são, por exemplo, a omissão de rendimentos e a falta de comprovação das despesas médicas. A omissão ocorre quando o contribuinte esquece de informar um rendimento ou quando não informa corretamente.


Se o contribuinte constatar que caiu na malha fina, é preciso verificar o motivo e corrigir a divergência.

É possível retificar a declaração no site da Receita. O órgão também pode solicitar a comprovação de despesas. Nesse caso, o contribuinte precisa enviar cópias dos comprovantes.


O contribuinte com problemas no imposto de renda pode ter grandes perdas financeiras. “Quando incluído na malha fina, os valores dos tributos cobrados são acrescidos de juros e multa, podendo o valor original ter acréscimos de 75% a 225%”, explicou o contador Paulo de Tarso Malta, da CS Malta Gestão Contábil.


Fonte: Istoé Dinheiro