• Fabrizio Caldeira

Simples Nacional: primeira cota deve ser paga até terça-feira

O contribuinte que optar por realizar o pagamento em duas quotas deve pagar 1% de juros na segunda parcela.

Os contribuintes que aderiram à prorrogação dos tributos do Simples Nacional deverão voltar a pagá-los a partir de terça-feira (20), quando vence a primeira quota do parcelamento.


A cobrança se refere ao tributos do mês de março de 2021, cujo vencimento original seria no mês de abril. A segunda cota, por sua vez, será paga apenas em agosto.


Diante disso, os contribuintes já podem emitir o DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional) por meio dos aplicativos PGDAS-D, PGMEI e APP MEI, que foram ajustados com as novas datas.


Para aqueles que preferirem pagar em cota única, também é possível emitir o documento, basta escolher essa opção no sistema. Contudo, essa opção somente será aceita até a data de vencimento da primeira quota.


Juros e multas

Segundo o Comitê Gestor do Simples Nacional, se o contribuinte optar pelo pagamento em quota única e realizar o pagamento até o dia 20, não há incidência de juros.


Já para quem optar por realizar o pagamento em duas quotas deve pagar 1% de juros na segunda parcela.


É importante destacar que, se o pagamento for feito em atraso, os juros e multas também podem ser incluídos no DAS da primeira quota.


Confira o calendário de pagamento dos tributos prorrogados.


Como emitir o DAS

Para o pagamento da primeira quota ou cota única, o contribuinte deve acessar o PGDAS-D e o PGMEI, e fazer a emissão do DAS.


Basta selecionar os meses dos boletos a imprimir, depois, clicar em “Continuar” para acessar o documento que pode ser pago online ou impresso.


Caso o contribuinte já tenha recolhido seus impostos através do DAS com a data original, não há necessidade de qualquer providência.


Para o MEI que recolhe os tributos apurados no PGMEI por meio de débito automático, o valor integral relativo a cada período de apuração prorrogado será debitado de sua conta corrente na data do vencimento da primeira quota.


Impostos prorrogados Simples Nacional

Com a prorrogação do pagamento dos períodos de apuração (PA) 03 a 05/2021, autorizada pela Resolução CGSN 158/2021, foi postergado o recolhimento de R$ 27,8 bilhões em impostos do Simples Nacional, assim como do MEI (microempreendedor individual).


Dentre esses impostos, estão os seguintes:

  • IRPJ (Imposto de Renda Pessoa Jurídica);

  • CPP (Contribuição Previdenciária Patronal).;

  • IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados);

  • Pis/Pasep (Programa de Integração Social e o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público);

  • CSLL (Contribuição Social sobre Lucro Líquido);

  • Cofins (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social);


Fonte: Contábeis