top of page
  • Foto do escritorFabrizio Caldeira

Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados debate implantação do sistema Tax Free no Brasil

Benefício reembolsa parte do valor pago em impostos nas compras feitas por turistas estrangeiros.


Nesta quarta-feira (30), a Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados promoveu uma audiência pública para discutir as perspectivas de implementação do sistema Tax Free no Brasil. Esse sistema, amplamente adotado em diversos países para beneficiar turistas estrangeiros, possibilita o reembolso de parte dos impostos pagos na compra de produtos.

A iniciativa para esse debate foi liderada pelo deputado licenciado Ricardo Abrão, representante do Rio de Janeiro. Abrão destacou que muitos turistas brasileiros que viajam para destinos como Estados Unidos, Europa e Emirados Árabes buscam o Tax Free nos países visitados como uma maneira de recuperar parte das taxas pagas em suas compras.

O parlamentar enfatizou que a adoção desse sistema no Brasil tem o potencial de impulsionar a economia local, afirmando: "O Brasil precisa efetivar esse programa de estímulo ao consumo, o que resultará na geração de empregos e aumento da renda."


Uma pesquisa recente realizada pela Fecomércio-RJ neste ano revela que a implementação do Tax Free poderia dobrar os gastos anuais de estrangeiros no Brasil. Atualmente, os visitantes internacionais despendem cerca de US$ 212,6 milhões em compras no país, com uma média de US$ 542,9 por visitante. Se o programa de reembolso fosse adotado, esse gasto médio aumentaria para US$ 665, elevando a média de compras no Brasil para mais de US$ 1,2 mil por visitante.

Uma sondagem realizada entre os dias 7 e 14 de março ouviu 866 turistas estrangeiros, dos quais 73% acreditam que o Brasil deveria adotar o sistema Tax Free. Além disso, 46,2% afirmaram que gastariam mais ou comprariam mais produtos com a implementação dessa medida.

Fonte: Contábeis Com informações da Agência Câmara

bottom of page